bombeirodedeus

Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Sinto orgulho de ser Mãe ...

Obrigado filho, por teres...

A triste realidade... se ...

Missão cumprida!!!

Vida de Bombeiro...

Quando eu me for...

Aos Nobres Irmãos Bombeir...

pesquisar

 

arquivos

Setembro 2013

Junho 2012

Maio 2012

Maio 2011

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Domingo, 2 de Dezembro de 2007

Sinto orgulho de ser Mãe de um Bombeiro!!!

 

É com muito orgulho que hoje publico um poema escrito pela minha mãe, dedicado a mim e a todos os bombeiros do Mundo.
A minha Mãe é uma mulher muito forte, e admirável.
É a mulher que eu mais admiro e quem eu mais amo neste mundo.

Bombeiro tu és um guerreiro
Es Anjo sempre presente
Apesar de seres humano
Também és muito carente

Lutas com bastante audácia
E valentia sem fim
Bombeiro tu és um herói
Que merecias ser feliz

Pelos os outros estás sempre lutando
Tens a vida sempre em risco
Não deixas de ser quem és
Sinto orgulho e deixo escrito

Quantas vezes sem comer
A correr pró hospital
Levando pessoas quase a morrer
Para as poderem, salvar

Sinto orgulho DE SER MÃE
Deste filho que Deus me deu
Pondo a vida dos outros em primeiro lugar
Pensando também nos seus

Corre corre sempre a correr
Para estar em todo o lado
Assim são os bombeiros do Mundo
Que passam um mau bocado

As pessoas pensam nos bombeiros
Quando estão em aflição
Também se deviam lembrar deles
Neste Natal pois então

de Maria Amélia

publicado por bombeirodedeus às 16:34

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

Obrigado filho, por teres salvo outro filho meu...

No mostruário ambulante de centenas de rostos que cruzam connosco nas ruas, praças avenidas, “ele” é apenas um homem comum como outros tantos desconhecidos.

 

A sua presença faz parte de um contexto, de um minuto ou um segundo no vaivém de vários destinos... Apenas uma farda e um cinturão vermelho o difere dos demais! É um Bombeiro... praticante assíduo de uma profissão árdua, cuja missão solidária é o seu lema de vida.
Nada o impede na luta de salvar vidas, nada o faz recuar no instante em que alguém pede a sua presença, nada é capaz de detê-lo em plantar novas esperanças no momento da dor, da lágrima e do perigo.

 

Sem ostentar louros ou vaidades, o Bombeiro dificilmente sabe enumerar as vidas que salvou... No instante do sinistro ou da desgraça, a sua presença é como um bálsamo a aliviar o desespero e a agonia daqueles que necessitam de ajuda, mesmo que muitas vezes esse socorro venha a lhe custar a própria vida.

 

Quantas outras vezes, também, a sua possível “demora” em chegar ao local onde foi solicitada a sua presença é criticada, sem que seja, no entanto, analisada a distância entre o sinistro e o seu reduto de trabalho... Mas, nada disso importa ao Bombeiro! O importante é que ele não falha, não foge ao grito de apelo, não ignora jamais o seu aprendizado disciplinar, cuja missão o enobrece perante os valores da vida. E quando debeladas as agonias e renascidas outras esperanças, ele, o Bombeiro, volta ao seu Quartel.

 

A sua farda e o seu cinturão vermelho trazem o pó, o resíduo ou a água do trabalho realizado e da missão cumprida.
E o que impressiona nesse Homem herói é a sua humildade que nem sequer lhe faz pensar numa medalha ou num voto de agradecimento.
Afinal, ele sabe muito bem que lá do alto uma voz lhe fala ao coração dizendo carinhosamente: “obrigado filho, por ter salvo outro filho meu”.

publicado por bombeirodedeus às 15:07

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

A triste realidade... se conduzir não beba!!!

Eu fui a uma festa, mãe, e lembrei-me o que me disses-te.

Disseste-me para eu não beber e eu não bebi.
Senti-me orgulhosa de mim, como me disses-te que me sentiria .

Antes de conduzir, eu não bebi, mãe, embora alguns amigos insistissem para que eu bebesse.

Eu agi certo, e sei que tu sempre estives-te certa.
A festa  acabou, e os amigos foram saindo.
Quando eu entrei no carro, acreditei que chegaria a casa inteira!
Isso por causa do jeito responsável e doce que me crias-te.

Eu saí do local, mãe, e assim que entrei na avenida, um outro carro não me viu, veio colidir com o meu e eu fui lançada para fora.
Aqui no solo da avenida, enquanto o socorro não chega, eu ouvi um policia dizer que o outro motorista estava bêbado, e agora sou eu que pago por isso.

Estou a morrer aqui, mãe. 
Gostava que tu chegasses depressa.
Como isto me aconteceu, mãe?
Minha vida simplesmente se rebentou como um balão?
Há sangue por toda parte, mãe, e a maior parte é o meu sangue .
Estou a ouvir o médico dizer que morrerei em poucos minutos.

Só queria te dizer, mãe, juro que eu não bebi!
Os outros, sim, mãe.
Eles não pensaram.
Aquele que me atingiu, provavelmente estava na mesma festa.
A diferença, é que ele bebeu e eu é que vou morrer.
Por que existe  gente assim, mãe?
Eles não percebem que podem arruinar a própria vida?

Estou sentindo dores agudas, mãe.
O homem que me atingiu está andando e eu não consigo achar isso justo.
Eu estou a morrer e tudo o que ele faz é ficar parado a olhar pra mim. 
Mãe diz ao meu irmão para não chorar e para o pai não ficar zangado comigo.
E quando eu partir, põe flores do campo na minha campa.

Alguém deveria ter avisado esse homem para não beber antes de conduzir.
Se ele não tivesse bebido, eu ainda poderia continuar viva !

Minha respiração esta enfraquecendo, mãe.
Estou a ficar com medo.
Por favor, não chores por mim, mãe.
Sempre que eu precisei, nunca falhas-te.

Eu só tenho uma última pergunta, mãe, antes de me despedir:

Eu não bebi antes de conduzir, então por que sou eu a morrer?

Este é o fim, mãe. 
Gostava de poder olhar nos teus olhos para dizer estas palavras finais:

Amo-te muito Mãe ...e... adeus ...

 

 

Muitos dos acidentes de automóveis com mortes saem de festas como estas, mortes totalmente desnecessárias. Custa deixar o carro e chamar um taxi ou voltar com o amigo que não bebeu ?

 

Esta é uma história verdadeira assim como tantas outras que acontecem infelizmente todos os dias nas estradas de Portugal e do Mundo.

 

Espero que todos tomem um pouco mais de consciência antes de cometerem actos que acham que só afectam a eles mesmo.

publicado por bombeirodedeus às 17:02

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 25 de Agosto de 2007

Missão cumprida!!!

Quando entrei para os bombeiros eu conheci a minha grande paixão: SALVAR!!
Conheci muitos homens e mulheres que, quando vestem a farda têm um brilho a mais no olhar e andam como se estivessem protegidos por uma armadura, um escudo invulnerável. E eu também me senti assim quando vesti minha farda pela primeira vez, parecia que eu podia fazer muito mais do que eu mesmo sabia que era capaz. Hoje tenho a certeza, somos capazes de ir muito além do nosso limite, até sem perceber, quando levamos uma vida em nossas mãos! E só quem já passou por essa situação sabe o quão sublime é o sentimento! Quando estamos todos reunidos, e onde nunca podem faltar as “histórias de bombeiros”, há sempre aquele que conta um facto e o termina dizendo: “e até hoje, não sei como fiz aquilo!”
Quando andamos na rua fardados há sempre olhares amáveis e orgulhosos que nos seguem, e o sorriso encantador de uma criança que diz que quando crescer tambem quer ser bombeiro!
Que bombeiro nunca tocou a sirene ao passar por uma escola e não amou os acenos e os sorrisos... Não só porque alguém nos respeita, mas porque os olhos emanam orgulho, reconhecimento e nós sentimos no coração o quanto é gratificante salvar!
Que bombeiro nunca ficou com as lágrimas nos olhos e sem saber o que dizer quando tem que dar a noticia: “Sinto muito, mas não há mais nada que possamos fazer!” Porém na nossa mente repassam as informações e procedimentos para ter a certeza de que, realmente, não havia mais nada a ser feito!
Que bombeiro nunca fez uma oração para aqueles olhos suplicantes, pelas vidas que passaram por suas mãos. Olhos que nos vêem como uma barca para a sua salvação e mesmo que nos chamem de anjo, sentimo-nos tão pequenos e impotentes diante da vontade de Deus!
Que bombeiro ao deitar-se para dormir não sentiu o pesar da limitação para com a vida que foi levada diante dos seus olhos. Pergunto-me, “de que adianta me chamarem de anjo, se não posso salvar com as asas que nem tenho?” Mesmo assim adormeço com a sensação de missão cumprida...
Eu sei que cada bombeiro que ler este texto terá um filme a passar na sua mente, de olhos suplicantes e sorrisos serenos. E todo aquele que sentir a chama do amor pelo seu trabalho se apagar, receba este texto como uma “lenha para sua fogueira”, que ame, festeje, dance com o seu dom de salvar, todos os dias mais e mais. Não pelos olhares amáveis que te seguem pelas ruas, pois não te enganes, eles não te seguem, mas sim ao bombeiro forte e implacável que só surge atrás da farda. Ama sim, e muito, aquela sensação que tens ao saber que mais uma vida foi salva pelas tuas mãos. Não mastigues, saboreia este sentimento, sente-o com a pontinha da língua como se fosse um gelado de chocolate! Como fazemos nas primeiras emergências, como fazemos ao ouvir uma sirene nas ruas, como fazemos ao tirar a farda no final de mais um dia de serviço e sentir aquele cheiro de fumo, aos outros pulmões pode parecer que a tua farda precisa ser lavada, mas para nós isso nada mais é do que cheiro de missão cumprida!!!

publicado por bombeirodedeus às 02:08

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

Vida de Bombeiro...

Vejam como é o destino.
Domingo (24/06/07) mais um turno bastante atribulado com muitas emergências, à noite tocou o alarme mais uma vez, e lá saímos para mais um acidente de viação; uma moto que fazia uma ultrapassagem, despistou-se, caiu, e um automovel que vinha em sentido contrário não se conseguiu desviar e passou por cima do motociclista.
Há nossa chegada, saímos rápidamente da ambulância para efectuar a abordagem á vitima, o meu camarada tripulante de ambulância á vários anos chegou em primeiro lugar, e ao avistar a vítima logo reconheceu a moto, que era do seu próprio irmão, que infelizmente veio a falecer na hora.... não tenho como relatar o resto da noticia, realmente foi muito triste.
A única coisa que digo é que, para ser Bombeiro, nós precisamos estar preparados para tudo até para tragédias deste tipo....

publicado por bombeirodedeus às 18:00

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007

Quando eu me for...

Quando eu me for, que leve comigo a certeza de uma vida bem sucedida, não por cargos ou salários, mas de doação.
Que leve comigo o rosto de agradecimento das pessoas que salvei e a expressão de alívio e esperança que faziam quando nos viam descendo barrancos e nos aproximando delas, certas de que estavam seguras.
Que leve comigo o orgulho e a honra de ser bombeiro que senti durante toda minha jornada aqui na terra.
Que leve comigo o sorriso das crianças, que ficavam encantadas com a sirene e que pulavam de alegria ao saber que dariam uma volta na viatura auto tanque.
Que leve comigo o arder do fogo e a força da água, nosso manto protector. Que esqueçam tudo que falei e tudo o que escrevi, mas que carreguem sempre tudo o que fiz sentir ao ler o livro, é o que um bombeiro sente.
Que leve comigo a farda companheira que por boa parte de minha vida me aqueceu, protegeu e me possibilitou o respeito, a confiança das pessoas e a inocência das crianças.
Que leve comigo a adrenalina e a fé em Deus, mais a fé, que me fazia tirar forças não sei de onde para suportar mais um minuto quando meu corpo dizia que já estava entregue fisicamente pelas intempéries do tempo e as condições de trabalho.
Que leve comigo as vidas que não pude salvar, mas que leve a certeza que tudo que era humanamente possível foi feito.
A certeza de que muitos continuarão a missão, de que as pessoas saibam que onde está um bombeiro está alguém pronto a ajudar, e a certeza de que cumpri minha missão honrosamente e se existir o renascer e houver opção de escolha, sem duvida nenhuma quero ser bombeiro outra vez.

publicado por bombeirodedeus às 20:05

link do post | comentar | favorito
Domingo, 8 de Julho de 2007

Aos Nobres Irmãos Bombeiros!!!

 

Para ostentar a farda de Bombeiro é preciso ter muito mais do que só sonhos, é preciso coragem para ir onde ninguém quer ir, para pôr em risco a vida, por pessoas que nunca se viu, é preciso sangue-frio para manchar a farda com sangue das mesmas pessoas que ontem criticavam as nossas acções e zelar por sua vida como sendo a mais importante de todas, é preciso saber que a mesma mão ensanguentada que se estende em busca de socorro, dificilmente virá a estender-se de novo em sinal de agradecimento.

Para ser Bombeiro, não se pode gostar de Natal, nem de Páscoa, de Ano Novo ou de Carnaval, porque enquanto o mundo festeja, os nossos olhos precisam permanecer atentos e a alma pronta sempre velando pela segurança daqueles que estão sob nossas asas.
É preciso ter paciência e saber que a prevenção é sempre mais eficiente e embora as estatísticas não registem incêndios e acidentes que não ocorrem, aprende-se somente com o passar dos anos, que não há nenhuma glória em combater um incêndio que poderia ter sido evitado.

Para ser Bombeiro o corpo precisa saber que não há diferença entre a madrugada fria, ou o verão quente, entre a água e o fogo, todos se igualam ao som das sirenes.

Para ser Bombeiro, tem que gostar de química, entender um pouco de física, gostar de camiões, entender como funciona o corpo humano, saber conversar com o fogo e com a água, mas principalmente tem que gostar de gente, saber que nem todas as estrelas do céu valem uma vida humana e para salvá-la, tudo o que se tem será posto á disposição, inclusive a vida do Bombeiro.

Para ser Bombeiro, é preciso saber que não se vai ficar rico, que se vai trabalhar muito, que os fracassos serão fantasmas que nos vão perseguir por toda a existência e o sucesso são nuvens que se dissipam com o anoitecer.

Para ser Bombeiro é preciso ser abnegado, um apaixonado por aquilo que faz, porque dentre os milhares de Bombeiros que já conheci, jamais vi algum, que tenha, mesmo que por um minuto só, se arrependido da opção que fez.

publicado por bombeirodedeus às 19:39

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

as minhas fotos

links

subscrever feeds