bombeirodedeus

Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

A BEM DA HUMANIDADE

Quero ser bombeiro até mo...

DIA INTERNACIONAL DO BOMB...

Em honra de todos os meus...

Sinto orgulho de ser Mãe ...

Obrigado filho, por teres...

A triste realidade... se ...

O drama de um Bombeiro...

A essênçia de um Bombeiro...

BOMBEIRO

pesquisar

 

arquivos

Setembro 2013

Junho 2012

Maio 2012

Maio 2011

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

A triste realidade... se conduzir não beba!!!

Eu fui a uma festa, mãe, e lembrei-me o que me disses-te.

Disseste-me para eu não beber e eu não bebi.
Senti-me orgulhosa de mim, como me disses-te que me sentiria .

Antes de conduzir, eu não bebi, mãe, embora alguns amigos insistissem para que eu bebesse.

Eu agi certo, e sei que tu sempre estives-te certa.
A festa  acabou, e os amigos foram saindo.
Quando eu entrei no carro, acreditei que chegaria a casa inteira!
Isso por causa do jeito responsável e doce que me crias-te.

Eu saí do local, mãe, e assim que entrei na avenida, um outro carro não me viu, veio colidir com o meu e eu fui lançada para fora.
Aqui no solo da avenida, enquanto o socorro não chega, eu ouvi um policia dizer que o outro motorista estava bêbado, e agora sou eu que pago por isso.

Estou a morrer aqui, mãe. 
Gostava que tu chegasses depressa.
Como isto me aconteceu, mãe?
Minha vida simplesmente se rebentou como um balão?
Há sangue por toda parte, mãe, e a maior parte é o meu sangue .
Estou a ouvir o médico dizer que morrerei em poucos minutos.

Só queria te dizer, mãe, juro que eu não bebi!
Os outros, sim, mãe.
Eles não pensaram.
Aquele que me atingiu, provavelmente estava na mesma festa.
A diferença, é que ele bebeu e eu é que vou morrer.
Por que existe  gente assim, mãe?
Eles não percebem que podem arruinar a própria vida?

Estou sentindo dores agudas, mãe.
O homem que me atingiu está andando e eu não consigo achar isso justo.
Eu estou a morrer e tudo o que ele faz é ficar parado a olhar pra mim. 
Mãe diz ao meu irmão para não chorar e para o pai não ficar zangado comigo.
E quando eu partir, põe flores do campo na minha campa.

Alguém deveria ter avisado esse homem para não beber antes de conduzir.
Se ele não tivesse bebido, eu ainda poderia continuar viva !

Minha respiração esta enfraquecendo, mãe.
Estou a ficar com medo.
Por favor, não chores por mim, mãe.
Sempre que eu precisei, nunca falhas-te.

Eu só tenho uma última pergunta, mãe, antes de me despedir:

Eu não bebi antes de conduzir, então por que sou eu a morrer?

Este é o fim, mãe. 
Gostava de poder olhar nos teus olhos para dizer estas palavras finais:

Amo-te muito Mãe ...e... adeus ...

 

 

Muitos dos acidentes de automóveis com mortes saem de festas como estas, mortes totalmente desnecessárias. Custa deixar o carro e chamar um taxi ou voltar com o amigo que não bebeu ?

 

Esta é uma história verdadeira assim como tantas outras que acontecem infelizmente todos os dias nas estradas de Portugal e do Mundo.

 

Espero que todos tomem um pouco mais de consciência antes de cometerem actos que acham que só afectam a eles mesmo.

publicado por bombeirodedeus às 17:02

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De xucarita a 6 de Dezembro de 2007 às 12:01
Fiquei muito comovida com estas palavras...
É duro esta realidade.
Um bem haja para si
Cpts.
Ana
De marta a 21 de Maio de 2008 às 16:01
fikei mt comovida cm esta historia apesar de estar linda foi uma verdade e mesmo assi, a pessoas ke bebem e metem se na estrada nao sabem o kuanto esato a por a vida de outras pessoas em perigo! bem haja descansa em pax :(
De patricia a 28 de Setembro de 2009 às 20:51
a realidade é dura mas a força de todos os bombeiros é incansavel...
os meus parabens por toda a voça corragem

Comentar post

as minhas fotos

links

subscrever feeds