bombeirodedeus

Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

A BEM DA HUMANIDADE

Quero ser bombeiro até mo...

DIA INTERNACIONAL DO BOMB...

Em honra de todos os meus...

Sinto orgulho de ser Mãe ...

Obrigado filho, por teres...

A triste realidade... se ...

O drama de um Bombeiro...

A essênçia de um Bombeiro...

BOMBEIRO

pesquisar

 

arquivos

Setembro 2013

Junho 2012

Maio 2012

Maio 2011

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

Desabafo de um bombeiro...

 

Sou apenas um homem, como qualquer outro. Quem sabe fruto de um sonho antigo, ou vontade nobre de ajudar ao próximo, porém sou apenas um homem. Homem de poucas palavras, de muitos gestos, de muito suor. Muitos me admiram, poucos me estendem a mão, alguns conhecem-me.
Sou figura amada pelas crianças, sou personagem odiado pelos não atendidos, alguns compreendem, poucos me dão razão. Dizem que sou herói.
Não sou herói, nem quero ser. Sou profissional treinado e enrijecido pelo tempo.
De boas acções, de actos de coragem, muitas vezes impensados, mas não herói.
Carrego este fardo, não sei se consigo.
Homem como tantos outros, Pai, filho, esposo e amigo.
Muitos dizem que na vida bombeiro não seriam, pois falta-lhes coragem.
Amiga(o) digo-te, coragem não sei se tenho, talvez loucura, devaneio de criança.
Não nasci para ser bombeiro, não nascemos para sermos bombeiros ou bombeiras, um dia, quando percebemos, é tarde demais.
Não sou herói, reafirmo, apenas uma pessoa diferente, talvez especial. Quando todos fogem, eu me aproximo, quando todos gritam, eu peço silêncio, quando todos andam eu corro, quando todos choram, eu engulo em seco, fecho os olhos e agradeço.
Faça chuva, faça sol, manhãs de sábado ou tardes em festa, sorrisos poucos verei, dia após dia apenas vidro, carvão e sangue.

Meus amigos, não se preocupem, isto tudo é um desabafo.
Por baixo daquela pesada roupa ainda existe esperança.
Estende a tua mão sem medo, mesmo no escuro, que a minha encontrarás.
Não a mão de uma herói, mas de um homem que dá a vida pela sua profissão, que possui uma nobre missão, que tem um coração que pulsa, que chora e que ama.

Não um herói, mas um nobre amigo.

Um verdadeiro "BOMBEIRO".

publicado por bombeirodedeus às 17:28

link do post | comentar | favorito

as minhas fotos

links

subscrever feeds