bombeirodedeus

Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

A BEM DA HUMANIDADE

Quero ser bombeiro até mo...

DIA INTERNACIONAL DO BOMB...

Em honra de todos os meus...

Sinto orgulho de ser Mãe ...

Obrigado filho, por teres...

A triste realidade... se ...

O drama de um Bombeiro...

A essênçia de um Bombeiro...

BOMBEIRO

pesquisar

 

arquivos

Setembro 2013

Junho 2012

Maio 2012

Maio 2011

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

Histórias de Bombeiros...

Um jovem chegou junto do avô e perguntou.
Avô o que fizeste enquanto foste bombeiro?

Ele respondeu:

Sobrevivi.

Dia após dia, momento a momento, ingressei no corpo de bombeiros para realizar o sonho que toda a criança já teve, sem sequer ter noção do que ia enfrentar: Ser bombeiro!!!

Criança e bombeiro são o par perfeito. Passei dias a estudar, a aprender como combater o fogo e a utilizar a água. O curso...ah! Saudades do curso!

Sobrevivi.

Constituí família, filhos, força, fé, coragem, amor, tudo a seu tempo; sincronizado, disciplinado e muitas vezes fui taxado de frio e calculista.

Não me entendiam e também não entendiam que a profissão me tornava assim, e que não era um defeito, e sim uma protecção.

Os anos passam rápido e com eles as histórias, muitas noites sem dormir, o calor do fogo por entre as árvores avançando de encontro à viatura, a força mansa da água envolvendo a residência tomada pelas chamas, o choro inconsolável da perda de uma história, uma biografia, e uma vida acabada em minutos.
No entanto há o reconhecimento, há o aceno das crianças em frente às escolas, as palmas após o salvamento, e até mesmo as vítimas apertam forte as nossas mãos durante o transporte, como se eu fosse o seu melhor amigo, sendo que eu a havia conhecido à poucos minutos.

E o orgulho dos filhos: - Meu pai é bombeiro... E os gritos das crianças!!! Liga sirene bombeiro!!!

Nas noites de lua cheia, com o vento a bater no rosto, enquanto nos deslocávamos para o acidente, percebia a expressão de alívio ao nos verem chegar, eram muitos os obrigados e muitas as lágrimas ao entrar na ambulância.
O silêncio impotente da perda, quando o máximo não surtia efeito, mesmo sabendo que não éramos deuses.

A vibração da guarnição ao ligarmos para o hospital e ouvirmos a frase: - Ela vai ficar boa.

Sobrevivi.

A cada experiência sem notar que estes momentos eram inéditos e que isto é ser bombeiro.

A luta contra as alturas, abraçando uma menina que caiu num poço, e quando achava que tudo estava perdido, sentia o cinto me puxando em direcção ao cimo como se fosse a mão do senhor, e eu somente com uma certeza: - não a largarei.

O frio de 0º indescritível e congelante nas noites de Inverno, cortando a pele enrijecendo os membros mansamente. Os colegas que se foram, deixando as famílias esperando, pois não retornaram ao quartel.
- E o que tu fizeste avô?
Sobrevivi.

Dia após dia, com as glórias e as decepções, com as palmas e as lágrimas, fui pai, marido, amigo, bombeiro.

Muitos me chamaram de Anjo, mas não sou Anjo, sou bombeiro.

Jamais vou esquecer as pessoas dizendo “obrigado”, do choro de alívio, da sirene anunciando a nossa chegada…

E o sorriso puro e inocente das crianças, estes sim inesquecíveis. Criança e bombeiro o par perfeito.

SOBREVIVI…

 

 

 

publicado por bombeirodedeus às 01:43

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Leandro a 18 de Julho de 2011 às 03:30
tenho o sonho em me tornar bombeiro...isso me consome ,sempre quis ser e sei que serei pois nasci para ser bombeiro e nao vejo meu futuro sem esse profissao maravilhosa.Dinheiro? sei que e Pouco mas ser bombeiro eu sei que nao tem preco.
Otima historia Obg!
De Fabricio a 11 de Setembro de 2012 às 17:45
Cara, que texto emocionante.

Espero um dia poder deixar meu relato para as novas gerações também :)

E que Deus continue iluminando essa profissão onde nada recebe e tudo doa.
De Martiele a 18 de Abril de 2014 às 16:32
Lindo esse texto emocionante, meu marido é bombeiro temos muito orgulho dele e cada veis q ele sai para uma ocorrência ficamos com o coração na mao, mas todos sabemos q a força q eles tem para salvar vidas é enorme, e a vontade de sobreviver tbm.

Comentar post

as minhas fotos

links

subscrever feeds