bombeirodedeus

Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

A BEM DA HUMANIDADE

Quero ser bombeiro até mo...

DIA INTERNACIONAL DO BOMB...

Em honra de todos os meus...

Sinto orgulho de ser Mãe ...

Obrigado filho, por teres...

A triste realidade... se ...

O drama de um Bombeiro...

A essênçia de um Bombeiro...

BOMBEIRO

pesquisar

 

arquivos

Setembro 2013

Junho 2012

Maio 2012

Maio 2011

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Quarta-feira, 4 de Setembro de 2013

A BEM DA HUMANIDADE


Em pequenino via-os a correr para uma casa
ao meu pai perguntava quem eram
ele respondia, são gente de graça
pois do céu como anjos vieram

Cresci e a eles me juntei
a cada toque corria desalmado
respondendo ao lema que jurei
pois não queria ver o meu quartel desfalcado

Um dia, o diabo conheci e assim
com um sorriso o cumprimentei
não gostei do que vi
pois via fogo sem fim

Ardúa vida e ingrata solidão
rodeado pelas labaredas me vi
a deus pedi o seu perdão
exausto tombei e assim perdi

Porém amado sei que sempre serei
no lema que sempre vivi

A BEM DA HUMANIDADE
publicado por bombeirodedeus às 23:25

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Junho de 2012

Quero ser bombeiro até morrer!!!

 
Quando deixar de voar
serei pássaro caído,
ai não quero ver mais o sol
não quero ver mais o mar
será mais um ninho vazio.

Quero ser bombeiro até morrer
seguir os passos de meu pai
estar fardado na hora de partir
só assim, quero ir quero ir.

Não tenham pena de mim,
que morrer assim
para um bombeiro, não é morrer
é estar sempre presente
com os camaradas.

É ver a chama que falta apagar
é sentir o braço que nos ajuda
é estar presente
é gritar, estou aqui
Só assim, quero ir quero ir.
publicado por bombeirodedeus às 22:45

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Maio de 2012

DIA INTERNACIONAL DO BOMBEIRO - HOMENAGEM

 

Data em que se venera São Floriano, patrono dos bombeiros, 4 de Maio é o dia tradicional dos bombeiros em vários países, instituído em 1999 como Dia Mundial do Bombeiro, devido à morte de cinco bombeiros em trágicas circunstâncias num incêndio na Austrália.

Assinalando a data, um bombeiro, que solicitou o anonimato, presta aqui a sua homenagem, com o poema abaixo publicado, a todos os bombeiros com farda e sem ela, no activo e os já falecidos.

Não há neve nem vento,

Não há calor nem frio,

Não se pode perder tempo

Quando há vidas por um fio.

Do lado de fora do nada,

Um crer infinito se sente,

Troca-se uma boa esplanada,

Quando salvar é urgente.

Oh homens sem medo!

Oh gente destemida e ousada!

Porque vos apontam o dedo

Quando o que recebeis é nada?

Sentem aquele grito lancinante,

Deixam tudo para trás,

Sem vacilar um instante,

Travam sempre batalhas pela paz.

O infortúnio é a sua direcção,

Lá está alguém que nunca deles se lembrou,

É sempre nada o que se perde,

O que importa é o que se ganhou.

O sonho que os invade é servir,

O espírito que os anima é agir,

Não há raças nem credos,

Querem ver alguém sorrir.

Imponente este edifício,

Pequeno o seu poder,

Salvar é dever de “ofício”,

Ainda que tenha de morrer.

Não procuram notoriedade,

No socorro são sempre os primeiros,

Despidos de toda a vaidade,

Estes SERES são BOMBEIROS.

 

Também nós nos associamos a esta homenagem, em reconhecimento do papel fundamental que os bombeiros exercem no ataque a incêndios, no resgate de pessoas em situação de perigo, na salvaguarda de bens materiais, no apoio social e na intervenção em desastres naturais e não naturais.

 

In Farol da Nossa Terra - http://www.faroldanossaterra.net/dia-mundial-do-bombeiro/

 

publicado por bombeirodedeus às 21:16

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Maio de 2011

Em honra de todos os meus colegas, em especial aos bombeiros voluntários...

 

publicado por bombeirodedeus às 22:16

link do post | comentar | favorito
Domingo, 2 de Dezembro de 2007

Sinto orgulho de ser Mãe de um Bombeiro!!!

 

É com muito orgulho que hoje publico um poema escrito pela minha mãe, dedicado a mim e a todos os bombeiros do Mundo.
A minha Mãe é uma mulher muito forte, e admirável.
É a mulher que eu mais admiro e quem eu mais amo neste mundo.

Bombeiro tu és um guerreiro
Es Anjo sempre presente
Apesar de seres humano
Também és muito carente

Lutas com bastante audácia
E valentia sem fim
Bombeiro tu és um herói
Que merecias ser feliz

Pelos os outros estás sempre lutando
Tens a vida sempre em risco
Não deixas de ser quem és
Sinto orgulho e deixo escrito

Quantas vezes sem comer
A correr pró hospital
Levando pessoas quase a morrer
Para as poderem, salvar

Sinto orgulho DE SER MÃE
Deste filho que Deus me deu
Pondo a vida dos outros em primeiro lugar
Pensando também nos seus

Corre corre sempre a correr
Para estar em todo o lado
Assim são os bombeiros do Mundo
Que passam um mau bocado

As pessoas pensam nos bombeiros
Quando estão em aflição
Também se deviam lembrar deles
Neste Natal pois então

de Maria Amélia

publicado por bombeirodedeus às 16:34

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

Obrigado filho, por teres salvo outro filho meu...

No mostruário ambulante de centenas de rostos que cruzam connosco nas ruas, praças avenidas, “ele” é apenas um homem comum como outros tantos desconhecidos.

 

A sua presença faz parte de um contexto, de um minuto ou um segundo no vaivém de vários destinos... Apenas uma farda e um cinturão vermelho o difere dos demais! É um Bombeiro... praticante assíduo de uma profissão árdua, cuja missão solidária é o seu lema de vida.
Nada o impede na luta de salvar vidas, nada o faz recuar no instante em que alguém pede a sua presença, nada é capaz de detê-lo em plantar novas esperanças no momento da dor, da lágrima e do perigo.

 

Sem ostentar louros ou vaidades, o Bombeiro dificilmente sabe enumerar as vidas que salvou... No instante do sinistro ou da desgraça, a sua presença é como um bálsamo a aliviar o desespero e a agonia daqueles que necessitam de ajuda, mesmo que muitas vezes esse socorro venha a lhe custar a própria vida.

 

Quantas outras vezes, também, a sua possível “demora” em chegar ao local onde foi solicitada a sua presença é criticada, sem que seja, no entanto, analisada a distância entre o sinistro e o seu reduto de trabalho... Mas, nada disso importa ao Bombeiro! O importante é que ele não falha, não foge ao grito de apelo, não ignora jamais o seu aprendizado disciplinar, cuja missão o enobrece perante os valores da vida. E quando debeladas as agonias e renascidas outras esperanças, ele, o Bombeiro, volta ao seu Quartel.

 

A sua farda e o seu cinturão vermelho trazem o pó, o resíduo ou a água do trabalho realizado e da missão cumprida.
E o que impressiona nesse Homem herói é a sua humildade que nem sequer lhe faz pensar numa medalha ou num voto de agradecimento.
Afinal, ele sabe muito bem que lá do alto uma voz lhe fala ao coração dizendo carinhosamente: “obrigado filho, por ter salvo outro filho meu”.

publicado por bombeirodedeus às 15:07

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

A triste realidade... se conduzir não beba!!!

Eu fui a uma festa, mãe, e lembrei-me o que me disses-te.

Disseste-me para eu não beber e eu não bebi.
Senti-me orgulhosa de mim, como me disses-te que me sentiria .

Antes de conduzir, eu não bebi, mãe, embora alguns amigos insistissem para que eu bebesse.

Eu agi certo, e sei que tu sempre estives-te certa.
A festa  acabou, e os amigos foram saindo.
Quando eu entrei no carro, acreditei que chegaria a casa inteira!
Isso por causa do jeito responsável e doce que me crias-te.

Eu saí do local, mãe, e assim que entrei na avenida, um outro carro não me viu, veio colidir com o meu e eu fui lançada para fora.
Aqui no solo da avenida, enquanto o socorro não chega, eu ouvi um policia dizer que o outro motorista estava bêbado, e agora sou eu que pago por isso.

Estou a morrer aqui, mãe. 
Gostava que tu chegasses depressa.
Como isto me aconteceu, mãe?
Minha vida simplesmente se rebentou como um balão?
Há sangue por toda parte, mãe, e a maior parte é o meu sangue .
Estou a ouvir o médico dizer que morrerei em poucos minutos.

Só queria te dizer, mãe, juro que eu não bebi!
Os outros, sim, mãe.
Eles não pensaram.
Aquele que me atingiu, provavelmente estava na mesma festa.
A diferença, é que ele bebeu e eu é que vou morrer.
Por que existe  gente assim, mãe?
Eles não percebem que podem arruinar a própria vida?

Estou sentindo dores agudas, mãe.
O homem que me atingiu está andando e eu não consigo achar isso justo.
Eu estou a morrer e tudo o que ele faz é ficar parado a olhar pra mim. 
Mãe diz ao meu irmão para não chorar e para o pai não ficar zangado comigo.
E quando eu partir, põe flores do campo na minha campa.

Alguém deveria ter avisado esse homem para não beber antes de conduzir.
Se ele não tivesse bebido, eu ainda poderia continuar viva !

Minha respiração esta enfraquecendo, mãe.
Estou a ficar com medo.
Por favor, não chores por mim, mãe.
Sempre que eu precisei, nunca falhas-te.

Eu só tenho uma última pergunta, mãe, antes de me despedir:

Eu não bebi antes de conduzir, então por que sou eu a morrer?

Este é o fim, mãe. 
Gostava de poder olhar nos teus olhos para dizer estas palavras finais:

Amo-te muito Mãe ...e... adeus ...

 

 

Muitos dos acidentes de automóveis com mortes saem de festas como estas, mortes totalmente desnecessárias. Custa deixar o carro e chamar um taxi ou voltar com o amigo que não bebeu ?

 

Esta é uma história verdadeira assim como tantas outras que acontecem infelizmente todos os dias nas estradas de Portugal e do Mundo.

 

Espero que todos tomem um pouco mais de consciência antes de cometerem actos que acham que só afectam a eles mesmo.

publicado por bombeirodedeus às 17:02

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 27 de Outubro de 2007

O drama de um Bombeiro...

                                         

“O CMTE perguntou-me naquele dia, porque é que eu me estava a afastar dos bombeiros.

Eu disse-lhe que o meu psicológico já não me ajuda, e ele completou dizendo que ninguém se acostuma a ver desgraças!

A mais pura e limpa verdade, porque eu não me acostumei.

Chorei inúmeras vezes por não compreender porque Deus busca os nossos companheiros do mundo de forma tão brutal! Compreendo que a morte é necessária para o crescimento espiritual, mas será que Deus não pode buscar os espíritos enquanto estão a dormir e a sonhar, assim a viajem da morte parecia-lhes mais um capítulo do sonho!

Então não haveriam mais crianças acordadas, sentadas no meio dos destroços, ao lado dos seus pais desfigurados perguntando a um bombeiro já atordoado, se ele, pequeno e inocente, não estava a sonhar imaginando que o bombeiro fosse um anjo!

Talvez realmente o sejam um pouco, há quem afirme que sim, e mesmo os bombeiros se regozijam com frases que dizem: “Enquanto todos fogem do perigo nós vamos de encontro a ele. Enquanto todos gritam, nossas vozes bradam em silêncio!”.

Há também quem diga: “Que Deus nos abençoe e os anjos guiem nossas mãos em nossos procedimentos”
Há sim um tanto de irreal naquelas almas. Como explicar que alguém possa sentir paixão por não poder dormir tranquilamente, alimentar-se em horários incertos, sair sem a certeza de voltar, deixar a sua família com um beijo sem a certeza de que poderá beijá-los novamente! Diga-me se não há algo de angelical nesses actos?
Por vezes já me fez chorar a bravura de homens e mulheres, contando as suas experiências, suas surpresas, vitórias e tragédias, mas ainda assim eu vi, por traz de lágrimas, um brilho nos olhos, uma alegria incontida, não pelo que presenciou, mas pelo seu acto, por poder estar ao lado de alguém que precisava de auxílio! E ainda assim quando lhe agradecem responde que não fez nada além do seu dever!

E onde está escrito que é seu dever ser um bombeiro?

publicado por bombeirodedeus às 22:53

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

A essênçia de um Bombeiro...

                                                   

Ele poderia ser engenheiro, pedreiro, motorista, escritor, advogado, ao invés disso escolheu ser um bombeiro e ter a sua vida cheia, de choro, sangue, óleo, vidro, fogo, pedidos de socorro e muitas noites mal dormidas, porque a essência de ser bombeiro persegue-o, vem como cinzas de uma residência, chapa retorcida de um carro, olhos suplicantes, choro de dor, até mesmo o rosto de alguém que Deus levou consigo!
Quem não olha um bombeiro nos olhos nunca verá essa essência, nem verá onde está escrito que ele deve ser um bombeiro, porque isso, meus amigos, está escrito na sua alma! E só compreende isso quem já sentiu a inexplicável sensação de salvar uma vida, ou quem também é bombeiro!
Não deixes a essência se consumir nas chamas, derramar-se com o sangue, guarda-a no teu coração, só assim cumprirás a tua missão com toda a dignidade.
Não só pela farda, não só pelas crianças que te pedem pra ligar a sirene, não só pelas pessoas que te chamam de herói, mas pelo amor que sentes pela tua farda, pelas crianças, pela sirene e principalmente pelo teu próximo.

publicado por bombeirodedeus às 22:21

link do post | comentar | favorito
Sábado, 6 de Outubro de 2007

BOMBEIRO

 

Bombeiro é estar presente,
Na presente humanidade...
Com a paz de um combatente
Destinado à caridade...

Segue em frente, destemido...
Entre infernos e desgraça...
Na esperança, que abraça,
Elevando o seu sentido...
Corajoso e intrépido
Na missão benevolente...
Destemido, segue em frente,
Nesta luta tão constante...
Como exemplo elegante;
Bombeiro é estar presente...

Dá sinais de existência,
Na razão que nos expressa...
E, se o tempo pede pressa
A caminho da ocorrência...
Sua leal benevolência,
Esquece a paz do seu aforro...
Quando nos presta socorro,
Com destreza e com vontade...
Os seus gestos, são bondade,
Num inegável altruísmo...
Demonstrando o humanismo
Na presente humanidade...

Entre as trevas do calvário,
Impotência e agonias...
Dá um pouco dos seus dias
Ao instinto voluntário...
Sendo anjo, faz-se operário
Na urgência mais urgente...
Presta ajuda a um doente,
E dá luz ao sinistrado...
Como um eterno soldado
Com a paz de um combatente...

Sopra as chamas do abismo,
Pela razão do fogo posto...
E as lágrimas no seu rosto,
Dizem não ao cepticismo...
Ante leis do cataclismo,
E as agruras da maldade...
Faz o bem da sociedade,
Deixa a vida num incêndio...
Enlutando este compêndio,
Destinado à caridade...

publicado por bombeirodedeus às 21:28

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

as minhas fotos

links

subscrever feeds